sexta-feira, 25 de março de 2016

Tarô Místico – Os Namorados

Os Namorados


Este é o sexto Arcano Maior, o que apresenta a primeira duplicidade nas cartas. 
Um homem, talvez o Imperador, dividido entre duas mulheres, quem sabe, a Papisa e a Imperatriz. 
Uma delas está perto dele. A outra está a desviar seu olhar, sob a árvore do bem e do mal, representada pela macieira, na qual podemos ver uma serpente, se procurarmos. 
Um anjo, tal como o mito de Eros, prepara-se para atirar sua flecha.

Esta é uma carta que coloca o personagem diante da dúvida e da necessidade de decidir, o que causa uma certa pressão. 
Como uma mulher toca o coração do homem, o Arcano sugere que a análise das opções seja feita segundo as emoções. 
Há uma certa espera na carta, que deriva da hesitação, a qual faz a pessoa parar diante das alternativas, para analisá-las.
O simbolismo indica que a escolha será entre o que a razão pede e aquilo que o coração quer. É a carta da tentação leve, pois nada foi feito ainda.

Num sentido mais amplo, a carta dos Namorados representa outras escolhas e duplicidades. Dois empregos para escolher, dois lugares para morar, dois projetos para selecionar. 

Numa interpretação objetiva e prática, o Arcano dos Namorados significa dúvida, infidelidade, oportunidades, algo duplo. 

Numa interpretação subjetiva, a carta dos Namorados é uma escolha da alma, que anseia por ter seus desejos atendidos. 

Na caminhada espiritual, este Arcano representa o primeiro momento em que o viajante só age depois de usar seu livre-arbítrio. 
Ele chega na primeira encruzilhada de sua evolução, mas não pode contar com nenhuma ajuda, precisa decidir sozinho para onde deve ir. Pode ser a primeira vez que o peregrino espiritual tenha que optar entre o bem e o mal, entre a luz e as trevas.

  • As Sete Palavras-Chave: escolha, dúvida, infidelidade, desejo, divisão, dois amores, duas oportunidades. 
  • No Amor: dois amores, tentação, escolha, infidelidade. 
  • Na Saúde: sistema nervoso fragilizado, tensão, estresse, problemas com o estômago por causa dos nervos, cuidar das pernas. 
  • No Dinheiro: precisa direcionar seus esforços, para não perder oportunidades. 
  • Aspecto Negativo: extrema ansiedade, não sabe escolher, é infiel a si mesmo.



Lucia


Extraído de:
Tarô Místico – Celina Fioravanti, Editora Pensamento.

Fonte primordial:
hospedado no 4shared.com por pehemaas-br.blogspot.com

Imagem:
comprazen.com.br

quinta-feira, 24 de março de 2016

quarta-feira, 23 de março de 2016

sexta-feira, 18 de março de 2016

Leitura pela Mandala Astrológica com o Diabo

A Mandala Astrológica também conhecida como Roda Zodiacal ou Astrológica, Tiragem Astrológica, Grande Jogo ... é um método fascinante.

Neste artigo mostra a interpretação de cada Arcano Maior em cada uma das doze Casas da Mandala Astrológica, de forma simplificada.

Sendo que, em uma leitura completa deste método, cada Casa aborda vários assuntos da vida do consulente e é possível obter mais informações usando também as casas derivadas, seus eixos, os quadrados, os triângulos e outros enfoques.


Pode-se fazer a leitura com um Arcano Maior por casa ou 1 Arcano Maior acompanhado de 1 ou 2 Arcanos Menores por casa que podem também ser interpretados segundo os decanatos.

A seguir 3 das várias maneiras (sugestões) de interpretação deste método, onde o tema das casas tem um significado peculiar para cada autor.




 O Diabo em cada Casa da Mandala Astrológica



Sugestão de interpretação 1:

Casa I - Representa o consulente, o seu físico, as possibilidades energéticas, o seu poder de vida e o que lhe foi legado pelos ascendentes. 
Diabo na Casa 1 -  Grande poder sobre os outros. Possibilidade de ligação com tendência a estabelecer-se no segredo, nas trevas, isto é, que dificilmente será legalizada.

Casa II - Os bens, a banca, o crédito concedido, os movimentos de fundos, o dinheiro. A vida financeira do consulente, o que pode esperar de novo nesse domínio.
Diabo na Casa 2 -  Vida financeira facilitada pela intuição; grandes entradas de dinheiro, dons, legados.

Casa III - A inteligência e o ambiente do consulente. O que vai acontecer no seu próprio círculo; as pequenas viagens, a vida cotidiana. Os escritos, os livros, as cartas, o carteiro, as mensagens. Os irmãos.
Diabo na Casa 3 -  As relações com o meio habitual são passionais. Atrai o círculo próximo para o consulente. Pode estabelecer-se ligação com uma pessoa próxima (ou no decurso de pequena viagem).

Casa IV - O lar do consulente, a sua família. Seu pai (se é um homem que consulta). Sua mãe (se é uma mulher que interroga o destino). O patrimônio, todas as questões imobiliárias em curso ou novas. O dinheiro tirado dos escritos.
Diabo na Casa 4 - Tendência para a desagregação das relações familiares ou sua modificação (por exemplo, ligação de um dos pais, desejo de novo casamento de um deles, etc.). Magnetismo e intuição. Dons ocultos.

Casa V - Os amores do consulente, eventualmente, os filhos, as suas criações, o ensino, o que ama, o teatro, o cinema, as férias.
Diabo na Casa 5 -  Ligação à base da sensualidade. Ciúme e paixão. Afeição passional de difícil legalização.

Casa VI - O trabalho, a saúde, a servidão, as pequenas doenças, tudo o que se reveste de um sentido de obrigação, mas também de dedicação. Os servidores, auxiliares, o pessoal doméstico.
Diabo na Casa 6 -  Destruição e renovação da vida profissional, propostas feitas ao consulente. Com cartas de Copas: encontro sentimental no local de trabalho.

Casa VII - O cônjuge, a vida conjugal, as relações matrimoniais, eventualmente, o divórcio, as associações, os contratos. 
Diabo na Casa 7 -  Ligação. Desfavorável para a vida sentimental; tendência para o adultério.Influência magnética sobre os outros, sex appeal.

Casa VIII - A morte (num sentido de transformação e de metamorfose); é também o crescimento, os capitais, a magia, a iniciação e a sexualidade. O dote.
Diabo na Casa 8 -  Boas possibilidades para os capitais e a vida financeira. 

Casa IX - A filosofia, a evolução espiritual, os sonhos, a religião, o estrangeiro, as grandes viagens, o ensino (particularmente com a Casa V, mas aqui num sentido mais esotérico), as altas faculdades do espírito, as ciências ocultas. A justiça, os processos, seu resultado.
Diabo na Casa 9 -  Tendência para uma ligação com pessoa estranha ao meio habitual (estrangeiro, encontro em viagem, etc.). Com boas cartas: favorável às pesquisas difíceis.

Casa X - Os pontos mais altos da carreira, a maturidade, o destino, as honras, os fatos determinantes, os atos.
Diabo na Casa 10 -  Para o futuro próximo uma ligação e uma vaga de sensualidade, que poderão destruir tudo. Favorável a vida financeira.

Casa XI - Os amigos, a publicidade, a política, os desejos ou aspirações, os projetos, a vida social, as relações.
Diabo na Casa 11 -  Amigos nem muito francos nem muito leais. Para uma mulher: tentativa de sedução. Suspeitar de riscos de traição ou adultério.

Casa XII - O inconsciente, o que está oculto, os amores secretos. As doenças graves, os hospitais, as casas de repouso, as prisões, o crime.
Diabo na Casa 12 -  Provação para o consulente. Alguém ligar-se-á fortemente ao consulente, constituindo um entrave à sua liberdade.


Sugestão de interpretação 2:


Casa 1 (Áries) - Refere-se ao caráter do consulente, a seu temperamento, à sua personalidade e à sua aparência física.
Diabo na Casa 1 - Alguém inteligente, com grande influência sobre os outros. Por vezes, sem escrúpulos, de modo a destruir os outros para obter sucesso ("passar por cima"/"puxar o tapete"). Aprecia confusão, trambique. Paixões violentas. Ação mágica. 

Casa 2 (Touro) - Refere-se a fontes de renda, do dinheiro, dos bens e das finanças, bem como de bens adquiridos, do comércio e da morte do cônjuge (se houver).
Diabo na Casa 2 - Lucro no âmbito material considerado positivo. Ganhos importantes. Honestidade duvidosa. Obsessão material.

Casa 3 (Gêmeos) - Refere-se a parentes (irmãos, primos, etc.), a viagens curtas, a livros e cartas, a mudanças de residência, à vizinhança e aos meios de comunicação.
Diabo na Casa 3 -  Brigas e discussões. Clima não favorável à família. Dons ocultos.

Casa 4  (Câncer) - Refere-se ao lar, aos pais e ao patrimônio da família (sobretudo aos imóveis).
Diabo na Casa 4 - Desentendimentos, problemas em família. Influência de energias negativas.

Casa 5 (Leão) - Refere-se a afeição instintiva, de namoros, da vida social, do lazer, dos pequenos amores, de negócios arriscados, de relações internacionais, escolas e especulações.
Diabo na Casa 5 - Relações fortes e dominadoras. Ciúmes e paixão. Atenção aos filhos (vícios, companhias, etc.).

Casa 6 (Virgem) - Refere-se ao trabalho, as obrigações, a saúde, o bem estar-físico, aos animais domésticos.
Diabo na Casa 6 - Sucesso profissional. Atenção ao jogo, ao álcool, às drogas etc. Grande potencial para ganhar dinheiro. Atenção às trompas e aos ovários ou aparelho reprodutor masculino.

Casa 7 (Libra) - Refere-se aos relacionamentos íntimos, ao cônjuge (se houver) e às associações comerciais, aos inimigos declarados e a processos.
Diabo na Casa 7 -  Início de paixão (pele, cama). Ligações passageiras, Tendência a outras relações, adultério. Paixões violentas. Pessoa dominadora.

Casa 8 (Escorpião) - Refere-se a sexualidade, a morte, as mudanças, os grandes negócios, as heranças, os testamentos e os legados.
Diabo na Casa 8 - Sexualidade à flor da pele (dito "furor uterino"). Sucesso positivo nas ambições. Pessoas propensa a situações ruins.

Casa 9 (Sagitário) - Refere-se a viagens longas, o estrangeiro, línguas, justiça, processos, estudo superior, evolução espiritual, filosofia, espiritualidade e/ou religião.
Diabo na Casa 9 - Evolução mais material do que espiritual.

Casa 10 (Capricórnio) - Refere-se ao destino, às honrarias, às aspirações e ao prestígio social, bem como à mãe ou à sogra do consulente.
Diabo na Casa 10 - Sucesso. Atenção. Deve-se estar alerta. A pessoa não é sincera. Pessoa ambiciosa. Notícia de morte de alguém.

Casa 11 (Aquário) - Refere-se à vida social, dos amigos, da política, da diplomacia, dos benfeitores, de projetos, de esperança e de paz.
Diabo na Casa 11 - Situação não favorável a amigos. A pessoa não se importa com as amizades. Suspeita de traição.

Casa 12 (Peixes) - Refere-se a isolamentos, obstáculos, doenças graves, prisão, provações, amores secretos. Ao inconsciente, inimigos ocultos, às aflições, a processos criminais, à miséria. Conhecida como "inferno do zodíaco". 
Diabo na Casa 12 - Problemas cármicos. Medo de prisão. Negócios escusos.

Carta 13 (colocada no centro da Mandala) 
Síntese - Conclusão da leitura. 
Diabo na Casa Central - Representa desejos e tentações.

Sugestão de interpretação 3:

Casa 1 - Consulente/Momento Presente
Diabo na Casa 1 - Força para agir nas duas polaridades. Se rogar uma praga “pega”,uma benção também! Vive um momento de tensão.

Casa 2 - Dinheiro
Diabo na Casa 2 - Entrada de dinheiro inesperada que poderá ser um bônus, aumento de salário, gratificação, nova proposta de trabalho com diferença salarial significativa, herança ou ainda ganho de loteria.  

Casa 3 - Comunicação
Diabo na Casa 3 - Momento de tensão e turbilhão astral, no que se refere a irmãos ou ao meio onde interage, amigos, vizinhos, colegas, social.

Casa 4 – Lar/Família
Diabo na Casa 4 - Crise. Clima de tensão em família. 

Casa 5 – Talento/Criatividade
Diabo na Casa 5 - Carta muito forte. Tem talento para desenvolver as duas polaridades. Consegue o que quer desde que tenha um foco definido. Pensa 300 coisas ao mesmo tempo. Pode, ainda, haver tensão e dificuldades no que se refere a filhos (se houver)

Casa 6 – Trabalho
Diabo na Casa 6 - Clima de tensão no trabalho no limite da tolerância.

Casa 7 – Casamento/Sociedades
Diabo na Casa 7 - Clima de tensão no relacionamento. Ciúmes. Emoções intensas. Gosta de diversificar.

Casa 8 - Transformações
Diabo na Casa 8 - Turbulência e questionamentos no que se refere a transformações.

Casa 9 – Espiritualidade
Diabo na Casa 9 - Força para agir nas duas polaridades.  Espírito sábio e de intensa força psíquica. Se mandar uma benção pega!  E se rogar uma praga... também!

Casa 10 - Carreira
Diabo na Casa 10 - Momento de turbulência indefinições e tensão. Muitos questionamentos. Procure se harmonizar.

Casa 11 – Projetos futuros/Sonhos/Aspirações.
Diabo na Casa 11 - Momento de tensão no que se refere aos projetos futuros. Pensa 300 coisas ao mesmo tempo. Confiar em si mesma.

Casa 12 – Inconsciente
Diabo na Casa 12 - Força para agir nas duas polaridades. Mentalmente ativa. Procure direcionar e canalizar a energia para o positivo. Se mandar uma “praga” pega e uma “bênção” também.

Em sites de astrologia encontram-se as informações necessárias para se aprofundar neste método e fazer leituras completas.

Algumas abordagens pelas Casas Zodiacais:

  • Casa I – IDENTIDADE BÁSICA: Eu, personalidade, saúde geral, é o ascendente, indica as características externas de comportamento, temperamento, habilidades naturais. - Áries governa a cabeça, os hemisférios cerebrais, maxilar superior, os olhos, o rosto.
    • Casa II – VALORES PESSOAIS: Dinheiro, bens, segurança pessoal ligada às finanças, como você lida com o dinheiro, orientando as realizações econômicas, capacidade de ganhos, carinho do casal. - Touro governa a boca e a garganta, o pescoço, orelhas, paladar, laringe, glândula tireoide, maxilar inferior, veia jugular e faringe ...
    • Casa III – INTERAÇÃO E INTERCÂMBIOS: Comunicações, papo, flertes, amigos, cartas, telefonemas, pequenas viagens, irmãos, irmãs, primos, vizinhos, determina como você se relaciona com as pessoas mais chegadas, a forma que se conduz nos primeiros estudos e primeiros conhecimentos. - Gêmeos governa os membros, clavícula, omoplata, braços, mãos, dedos e pulmões, glândula timo, costelas superiores, traqueia, brônquios, sangue.
    • Casa IV – RAÍZES E VIDA PRIVADA: Lar, mãe, estrutura familiar, seu meio e suas coisas. Raízes raciais e culturais. Abrange as características emocionais mais profundas e diz respeito à atitude em relação à família, ao lar, à pátria e às raízes, conforto pessoal, propriedades, reputação. Câncer governa o estômago, funções digestivas, diafragma, mamas...
    • Casa V – EXALTAÇÃO E CRIATIVIDADE: Prazeres e diversões, talento, filhos e relacionamento com estes, jogos de azar, passeios, esportes, artes, namorados, casos amorosos, gravidez, memória, inteligência. Comportamento sexual. Leão governa coração, sistema circulatório, região dorsal da coluna...
    • Casa VI – ORGANIZAÇÃO E DIA A DIA: Rotina, trabalho, estudo, tios, empregados, animais, saúde, suas obrigações e dedicações.  Virgem governa os intestinos, região abdominal, tem forte influência no sistema nervoso, baço...
    • Casa VII – RELACIONAMENTOS E PARCERIAS: Tu, o outro, marido, noivo, namorado, parceiro, amante fixo, casamento, associações, sociedades, divórcios, inimigos declarados.  - Libra governa rins, bexiga, equilíbrio fisiológico, região lombar, coluna, pele, sistema vasomotor...
    • Casa VIII – RECICLAGEM E INVESTIMENTOS: Sexo, oculto, astral, magia, morte física, doenças, ganhos possíveis de heranças ou testamento, grandes transformação, magia, metamorfose. - Escorpião governa os órgãos genitais, aparelho excretor, uretra, cólon, ânus, bexiga, próstata, osso pubiano,ossos nasais...
    • Casa IX – FILOSOFIA E METAS DE VIDA: Espiritualidade, religião, o sentimento religioso, aspirações filosóficas, ideias, encontros importantes, assuntos legais, parentes não sanguíneos (cunhados e sogros), viagem longa – ao exterior, convicções religiosas, aprendizado através do auto-conhecimento. É a casa dos conhecimentos profundos, dos estudos filosóficos, éticos e metafísicos. - Sagitário governa as coxas, os músculos de uma maneira geral, o que rodeia os quadris, sacro e espinha, vértebra, fêmur, nervos ciático...
    • Casa X – STATUS E PROFISSÃO: Social, como se é visto socialmente, patrimônio, pai, carreiras, realização pessoal e profissional, seu lugar na sociedade, regimes, sucesso, fama. Determina a maneira como reagimos diante de uma autoridade ou qualquer pessoa que esteja em uma posição superior à nossa. O comportamento em relação ao pai, ao chefe, ao governante. - Capricórnio governa joelho, pele e ossos, juntas, articulações, cabelos...
    • Casa XI – AMIGOS E TRIBOS: Projetos futuros, amigos no geral, sonhos e desejos íntimos, esperanças, aspirações, metas e objetivos de vida, consciência política, atuação revolucionária. Associações, clubes, organizações de caridade e sindicatos. Aquário governa as pernas - dos joelhos para baixo – e os tornozelos...
    • Casa XII – SISTEMA DE FÉ: Área de sacrifício, hospitais, inimigos e situações ocultas, prisões reais e psíquicas, o inconsciente, os amores ocultos. As nossas avaliações mais profundas, é o lado adulto e nebuloso de nós mesmos, auto-anulação, tristezas, impedimentos à satisfação sexual. - Peixes governa os pés, dedos...


    Lucia






    Cartas e Destino - Hadés

    Transforme sua vida com o tarô – Ademir Barbosa Junior

    Taro Egípcio - Guia Prático na Mandala Astrológica.

    girafamania.com.br
    Imagem Google

    quinta-feira, 17 de março de 2016

    sexta-feira, 11 de março de 2016

    Tarô de Marselha — O Enamorado (Hesitação)

    O Enamorado (Hesitação)
    O Arcano da Iniciação, da Castidade e do Livre-arbítrio.



    Descrição simbólica — A sexta carta do tarô representa a imagem de um homem de pé, colocado entre duas mulheres, numa encruzilhada, indicando uma escolha a ser feita. 
    Uma das mulheres pousa-lhe a mão no ombro mostrando um caminho: atividade determinada, vocação, finalidade, luta. 
    A outra mostra o segundo caminho: passividade, entrega aos impulsos e às solicitações externas. 
    Acima da figura masculina e central, paira um arqueiro que retesa seu arco, dirigindo sua flecha contra a segunda mulher, e representa uma inspiração vinda do alto. 
    A dualidade é uma fraqueza e a força encontra-se no centro. 
    O conjunto simbólico pressupõe uma eleição acertada, a beleza moral e a integridade, ao mesmo tempo em que alude à incerteza, às hesitações e aos riscos de erros. 
    Perde-se o caminho se predomina a segunda possibilidade. 
    A imagem é relacionada à lenda de Hércules, segundo a qual Deus o colocou entre duas mulheres — a Virtude e o Vício — para que escolhesse uma delas. Como Hércules, o Namorado duvida entre dois modos opostos de conduta.

    Representação abstrata — A primeira decisão que o ser humano faz no seu caminho pela vida sem ajuda de ninguém. 
    Tudo o que toma forma para o homem: tanto o positivo como o negativo. 
    A lâmina evoca a tendência do homem a se deixar levar pelos desejos em suas escolhas. 

    No sentido positivo: liberdade, livre-arbítrio; amor, união, afetos puros, simpatias, sentimento, laços que unem verdadeiramente, casamento; amor pelas artes; visão interior que resolve problemas difíceis, abnegação, sacrifício, prazeres honestos, beleza moral. 

    Negativo: incapacidade de abandonar a mãe; medo da vida independente; desordem, ruptura, perigo de um deslize moral, severa tentação no caminho; infidelidade afetiva, emoções instáveis, ausência de valores espirituais; dúvidas, incertezas, indecisão, vacilação, desejos não realizáveis, assunto que não chega a nada, promessas que não se cumprem, etc.

    Interpretações divinatórias — Carta neutra cujo sentido é esclarecido pelas cartas vizinhas. A irrupção (1. Ato de irromper. 2. Invasão súbita e impetuosa.) do desejo e do amor na vida do consulente. 

    No plano mental não transcende à ciência e à técnica; inquietação do espírito que procura, mas ainda não encontrou. 

    No plano anímico introduz muita confusão, pois o contato com os outros seres humanos impede que se ouça a voz mais interior; apelo para não se dispersar. 

    O plano físico oferece dupla solicitação ao consulente; presta-se a todos os desenvolvimentos no terreno afetivo: associações, união, casamento. Adverte, de um lado, a não se deixar perturbar pelos desejos, e, de outro, contra a indecisão, mais funesta que uma má escolha. Não hesites.

    RESUMO: 
    Também conhecido como O Amante. 

    Significado abstrato: amor físico. 

    Significado prático: casamento. De acordo com a posição das cartas, O Enamorado pode significar união, infidelidade ou necessidade de opção. 

    Em posição invertida: separação. 

    Moral: Ansiedade, indecisão, pessimismo natural. 

    Físico: Saúde frágil. Possibilidade de impotência.


    Com as Cartas: 

    • I (O Mago): (antes do Mago) indecisão em tomar uma atitude; (invertida, antes do Mago em posição normal) separação, por indecisão. 
    • V (O Sumo Sacerdote): Doença e perigo o manterão afastado. Livre-se da inércia. 
    •  VII (O Carro): (após o Carro) projetos destruídos por uma separação; (antes do Carro) traição. 
    • X (A Roda da Fortuna): Piora das condições físicas. Infelicidade no amor. 
    • XV (O Diabo): Preocupações materiais. Amizades ambíguas. 
    • XX (O Julgamento): Tendências ruins reprimidas. Ambições preenchidas. 
    • XXI (O Mundo): Um brinde a você. Busque a fama. 
    • O Louco: Erros. Mentiras. Extravagância. Infelicidade.




    Lucia


    Extraído de:
    Tarô de Marselha – Revista Almanaque Planeta Tarô, 6ª Edição, Jul/1989.

    Fonte primordial:
    hospedado no 4shared.com por pehemaas-br.blogspot.com

    sexta-feira, 4 de março de 2016

    Tarô dos Orixás – Sacerdote / Oxalá

    Sacerdote / Oxalá


    É o Grande Pai, o orixá do céu, do sol, do ar e da luz. 
    Resume em si vários deuses antigos; por isso, tem aspectos mais jovens e mais velhos. Casado com Nanã e com Iemanjá, é o pai de todos os outros orixás.

    Oxalá, o Sacerdote, não usa nem a esperteza nem a força física. 
    Sua mensagem é a de que é hora de usar a sabedoria, de escutar e seguir o conselheiro, que pode ser a própria consciência ou um aliado que surge no exterior para ajudar.

    Seu âmbito de realização é mais espiritual, pois se preocupa com o valor, do ponto de vista ético, dos resultados obtidos. Por isso, recomenda que, embora seja o momento de aproveitar as oportunidades, deve-se respeitar um sistema de valores morais. Mas não convém seguir cegamente uma lei; o melhor conselheiro no campo da ética é a bondade.




    Lucia


    Extraído de:
    Tarô dos Orixás –  Eneida Duarte Gaspar, Editora Pallas.

    Fonte primordial:
    hospedado no 4shared.com por pehemaas-br.blogspot.com

    quinta-feira, 3 de março de 2016

    Destino e Tarô: Symbolon - O Desafio

    Destino e Tarô: Symbolon - O Desafio: 13 - O Desafio Astrologicamente :  Signo: Câncer / Áries, Lua / Marte Significado:   A criança destruidora, raiva, fúria acumulada, ódi...


    quarta-feira, 2 de março de 2016

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    Selos